Nossa Lua de Mel na Itália – O que fazer em Cinque Terre

O que fazer em Cinque Terre
O que fazer em Cinque Terre

Continuando com a nossa lua de mel pela Itália, após Veneza e Milão, fomos passar uns dias praianos em Cinque Terre! Mas Deborah, o que fazer em Cinque Terre?

Calma lá. Vamos em partes.

O que fazer em Cinque Terre – Principais vilas

Cinque terre é um conjunto de vilas que ficam à beira mar no oeste da Itália (riviera italiana), na Ligúria, de onde vem o melhor azeite e pesto do muuuundo (na minha opinião), mas voltando para as vilas…

As vilas de Cinque Terre são pequeninas e na maioria das vezes quem se hospeda em uma, visita todas elas. São elas, subindo do sul pro norte:

  • La Spezia (não é praia, e é onde tem a estação de trem principal que liga Cinque Terre com o resto da Itália)
  • Riomaggiore (onde nos hospedamos)
  • Manarola
  • Corniglia
  • Vernazza
  • Monterosso al Mare
  • Levanto (uma comuna um pouco maior do que as vilas, menos turística mas muito gostosa, nós amamos)

Passamos por todas, algumas ficamos 30 minutos (por não ter tempo mesmo), e outras passamos uma tarde, mas uma coisa você pode ter certeza: todas são lindas!!!

O que fazer em Cinque Terre – Transporte entre as vilas

Metro/Trem principal

Existe uma linha de metrô que liga todas as vilas e é super prática. Normalmente o tempo entre uma vila e outra é 5 minutos de metrô. Você pode comprar o bilhete para uso diário ilimitado por 16,00 euros ou pagar por viagem única (4,00). O valor do bilhete varia de acordo com a época do ano, mas na estação alta, que é quando fomos, estava $16,00.

Existe também um bilhete combo com metrô + entrada das trilhas, então se você pretende visitar as trilhas famosas vale dar uma pesquisada no site oficial deles para encontrar a melhor opção.

A pé

Sim. A pé.
Uma das principais atrações das vilas são as trilhas que ligam uma a outra. Essas trilhas variam muito em dificuldade, algumas são de 15 minutos de caminhada tranquila e asfaltada, outras, mais de 2 horas de trilha difícil na terra e subida. Então é importante pesquisar e se organizar bem quanto as trilhas que vai escolher.

Muitas trilhas foram fechadas com o tempo por deslizamentos e serão reabertas em breve. Então apesar de existirem trilhas alternativas, vale das uma olhada se a que você quer fazer está aberta no momento.

A entrada nas trilhas é paga, e você compra o cartão nos quiosques turísticos que ficam sempre perto das estações, sai por volta de $7,00 euros o cartão que dá acesso a todas.

Fora as trilhas, algumas vilas também possuem um túnel próximo da estação que dá para ser percorrido a pé. Entre la spezia e Riomaggiore por exemplo você consegue ir andando por esse túnel super tranquilamente.

Barco

Siiiiim! Também dá para fazer os trajetos entre as vilas de barco! Nosso preferido haha.

Claro que você pode alugar um barco por um dia, ou até contratar uma “experiência” no airbnb que inclui um tour de barco pelas vilas. Mas existe um transporte aquático principal que liga todas as ilhas, esse aqui.

O que fazer em Cinque Terre

 

Os preços variam de acordo com a vila que você está saindo, e se você quer um bilhete ilimitado para o dia, para o período da tarde, se quer ir parando nas vilas ou quer ir direto. Tudo isso muda o preço, mas você tem as informações todas no site. Se tiverem dúvida quanto aos preços do barco podem perguntar que explico.

Na grande de horário mostra que horas passa o barco em cada vila, sendo que nem sempre o barco para em todas as vilas mesmo.

Adoramos o passeio e achamos que vale mais a pena pegar o ticket de barco do que o de trem, e só usamos o trem pra voltar de Levanto para Riomaggiore no fim do dia mais rapidinho.

O que fazer em Cinque Terre – Hospedagem

O que fazer em Cinque Terre

Você pode se hospedar em qualquer uma das vilas de Cinque Terre. Os locais mais em conta são La Spezia, a estação principal, e Levanto, a última cidade.
La Spezia não é praia ainda, então se você for bicho do mar igual eu mas ainda quer economizar, eu indicaria Levanto.

Nós ficamos em Riomaggiore mesmo, porque só tínhamos 2 dias em Cinque aterre e achei que seria melhor já estar em uma das vilas “encantadas”.

A maioria dos hotéis lá na verdade funcionam como Airbnb, por exemplo, eu escolhi o Appartamenti e Camere Edi, que aparentemente era um hotel.

Chegando lá fui ao endereço indicado no site, mas era só uma recepçãozinha. Uma senhorinha que só falava italiano nos atendeu, fez o checkin como se fosse um checkin de hotel mesmo, e depois pegou uma chave e saiu pelas ruas da cidade pedindo que a seguíssemos.

Lá fomos nós pelas ruas e vielas floridas de Riomaggiore, até que chegamos em um prédinho/sobrado que só tinha nosso apê apesar de parecer um predinho. Ela abriu, nos mostrou tudo, explicou como funcionavam as coisas como Wi-Fi e ar condicionado e se despediu.
Pronto.

O quarto/casa era bem gostoso. Tinha uma sala, quarto e banheiro no primeiro andar, e uma cozinha e sacada no segundo andar. Amei porque tinha sacada! Amo sentir o cheiro do mar.

O que fazer em Cinque Terre – Nosso roteiro

Chegada por la Spezia

Chegamos em La Spezia umas 17h, viemos de trem de Veneza então atravessamos o país e demorou um pouco, mas foi uma viagem gostosa. A paisagem mudava completamente conforme viajávamos.

Fomos para Riomaggiore de trem, por que estávamos cheios de mala e cansados da viagem.
Subimos a rua principal de Riomaggiore e fizemos o checkin. Como já estava tarde, comprei um cone de frutos do mar, bem tradicional da cidade, e o João comprou mais alguns snacks. Compramos cerveja e vinho também, claro, e fomos jantar a varanda do quarto tomando uma cerveja e um vinho local e vendo a paisagem.

O que fazer em Cinque Terre

O que fazer em Cinque Terre

Passeios em Riomaggiore

No dia seguinte acordamos, compramos uma focaccia para tomar café da manhã (um pão tradicional da Ligúria), e mais alguns queijos diferentes e comemos no quarto do hotel mesmo.

Nos organizamos quanto ao que iríamos fazer no dia e como já era mais de 10 horas quando definimos os passeios, resolvemos passear por Riomaggiore de manhã e comprar o bilhete de barco para a tarde, que passa a valer após as 13h e saia mais barato do que o bilhete diário. Pagamos 22,00 euros cada e tínhamos direito a usar o barco a vontade a tarde, descendo em todas as vilas se quiséssemos.

Bom, então no resto da manhã passeamos por Riomaggiore, fomos em uma praia local primeiro, e não tem areia, são pedras!
Também fomos até a trilha mais famosa, Via Dell’amore, mas ela está fechada e só dá para andar uma parte.
Depois resolvemos subir a rua principal e ir em um barzinho loca, onde tomamos uma cerveja artesanal.

O que fazer em Cinque Terre

O que fazer em Cinque Terre

O que fazer em Cinque Terre

O que fazer em Cinque Terre

O que fazer em Cinque Terre

O que fazer em Cinque Terre

O que fazer em Cinque Terre

Passeio de Barco

As 13h pegamos o barco e fomos descendo em todas as vilas. O barco era uma delícia! Ficamos na beirada e tinha aquela brisa do mar gostosa. A cor do mar ali é surreal, nem parece verdade.

Chegando nas vilas, ficávamos 30 minutinhos só e voltávamos pro barco. Somente em Monterosso al Mare que nos planejamos para descer e ficar mais tempo, e pegar uma praia.

A maioria das praias lá são particulares, então você precisa pagar por uma cadeira e guarda sol. Mas tem algumas praias que são livres, e sim, são as mais cheias. Não tem guarda-sol ou cadeiras, então leve sua cana.

Ficamos em uma dessas praias livres mesmo, por que não tínhamos tanto tempo assim, mas já deu para aproveitar e tomar um banho de mar.

Como ficamos até o final da tarde em Monterosso, pegamos um trem para Levanto porque tínhamos uma aula de pesto para fazer por lá.

O que fazer em Cinque Terre

O que fazer em Cinque Terre

Aula de culinária – Pesto

Amamos experiências de culinária, e depois que fizemos a de massa fresca em Milão eu sabia que íamos amar fazer o autêntico pesto da Ligúria.
Pois bem, pegamos o metrô e chegamos a Levanto para nossa aula. Achamos Levanto uma delícia! Parece Milão na praia. Deu vontade de ficar.

A aula foi em uma loja/armazém, nos fundos da loja, mas foi super divertida! Provamos muitos pestos claro, mas também provamos anchovas, pães, azeitonas e tomamos vinho.
Preparamos o pesto da maneira tradicional, no pilão, e ganhamos um “certificado” de fazedores de pesto, vamos assim dizer haha
Também provamos o Limoncino, o limoncelo da região da Ligúria. Segundo a dona do armazém, o limoncino é igual o limoncelo, só que melhor. Haha

Adoramos e compramos uma garrafa grande para trazer para casa.

Compramos o pesto artesanal da loja e também aproveitamos e compramos o trofi, a massa tradicional da Ligúria. Parece uma conchinha daquelas compridas que se enterram na areia sabem? Nos mercados vende a industrializada, mas lá vendia a artesanal, onde cada “conchinha” é feita uma a uma a mão. Compramos um saquinho pro jantar.

O que fazer em Cinque Terre

O que fazer em Cinque Terre

Voltamos para Riomaggiore de trem mesmo, passamos no mercado e compramos vinho e cervejas e finalmente, fui para cozinha!

Depois de tomar banho, preparei o trofi com pesto escutando música e tomando vinho enquanto o João tomava uma cerveja na varanda e conversávamos. Foi uma noite deliciosa e a massa ficou perfeita.

Assistimos um filme e ficamos juntinhos depois de um dia intenso de exploração, barco e mar!

No dia seguinte já íamos embora, mas acordamos cedo e tomamos um café gostoso no apartamento, depois nos organizamos e fomos fazer o checkout lá na recepçãozinha.

Fim!

Acho que agora vocês já sabem o que fazer em Cinque Terre, certo?

Partiu para La Spezia pegar o trem para Luca, onde vamos pegar o carro e começar a exploração pela Toscana!

Mal posso esperar.

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*