Nossa Lua de Mel na Itália – Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Depois da nossa estadia em Milão, seguimos com nossa lua de mel dos sonhos e fomos passar um dia em Veneza. Foram 24 horas mesmo, chegamos lá perto do meio dia e fomos embora no dia seguinte, no mesmo horário. Mas eu te digo, da para fazer MUITA COISA em um dia em Veneza.

Tá, mas o que se faz lá?

Um dia em Veneza – pontos turísticos

Bom, Veneza tem alguns pontos turísticos principais como qualquer cidade, porém o que mais amamos lá foi andar pelas ruazinhas e vielas e tentar dar a volta na cidade a pé, passando as pontezinhas e as praças e acabando em ruas sem saída e nos perdendo e nos encontrando de novo. É muito mágico.

Então, se eu puder de dar uma dica do que fazer em um dia em Veneza, essa dica é: Sai do seu hotel, pega um mapa e marca os pontos turísticos abaixo, e tenta dar uma volta na ilha e voltar pro hotel, passando por esses lugares:

  • Ponte de Rialto
  • Basílica de São Marcos
  • Praça de São Marcos
  • Ponte dos Suspiros
  • Palácio Ducal

Vai ser um dia em Veneza incrível! Pode acreditar!

Um dia em Veneza – Passeio de Gôndola

Fora isso, acho obrigatório fazer o passeio de gôndola né?

Passeio de gôndola oficial

O passeio de gôndola é algo regularizado pela “prefeitura” de lá então tem preço fixo e duração fixa também. Os gondoleiros oficiais ficam espalhados por toda a ilha, e tem pontos de embarque marcados em alguns mapas, mas caso o seu não tenha, basta sair andando um pouco que logo você encontra a plaquinha de embarque e desembarque de gôngolas.

O valor do passeio durante o dia é $ 80,00 euros para até 6 pessoas, e dura 40 minutos. O preço é o mesmo se forem 2 pessoas ou 3, 4, 5 ou 6. Então se quiser pode procurar alguém que esteja na fila para dividir o preço.

Para ser gondoleiro a pessoa precisa ter nascido em Veneza, e ela estuda por 4 anos para isso. Sim! Não é só ter uma gôndola e sair por ai.

O preço não é barato (ainda mais considerando o preço do euro para real), mas vai saber quando vamos voltar para Veneza não é mesmo? Então compensamos nos gastos com comida e bebida do dia e conseguimos pagar o passeio sem estourar o orçamento diário.

Fora isso eu pesquisei outras opções mais baratas e não achei que valeria a pena. Mas quais opções?

Passeios alternativos de barco em Veneza – Traghetti e Vaporetto

Quando estávamos a caminho da cidade eu tinha pesquisado na internet sobre a gôndola e quando vi o preço achei super caro então estava procurando outras formas de fazer esse passeio de barco sem gastar muito. Achei algumas opções: o traghetti e o vaporetto.

Traghetti

O Traghetti é um barco igual o da gôndola, só que sem decoração, e funciona como um táxi/ônibus que leva os habitantes de um ponto específico para outro da ilha, e custa a partir de 2 euros por pessoa.

DOIS EUROS? Achei que seria perfeito! Mas pesquisando mais depois e andando pela cidade vi que além dos traghetti não serem decorados como as gondolas, são barquinhos mais rústicos, só madeira mesmo, eles sempre saiam lotados, afinal, é como se fosse um transporte público dos moradores né?

Mas sim, é barato. Para quem quiser arriscar, seguem as paradas dos Traghetti:

  • Santa Sofia: Das 07h30 às 20h (feriados das 08h45 às 19h)
  • San Marcuola: Das 09h às 13h
  • Carbon: Das 08h às 13h
  • San Tomà: Das 07h30 às 20h (feriados das 08h30 às 19h30)
  • San Barnaba: Das 08h30 às 13h30
  • Santa Maria del Giglio: Das 09h às 18h

Vaporetto

O vaporetto é um barco BEM maior que eu digo que é tipo um “metrô” de Veneza. haha Custa $ 7,50 por pessoa, e tem várias linhas (19 linhas) que dão a volta na cidade e passam pelas estações de trem por onde se costuma chegar em Veneza. Também existem bilhetes para 24h ou mais que são ótimos para quem não se hospeda na ilha.

Para mais informações sobre as linhas e preços, o melhor é olhar no site oficial deles mesmo, esse aqui.

Hospedagem em Veneza

Antes de pesquisar hotéis em Veneza pesquisei onde é melhor se hospedar. Sim, a cidade é uma ilha, e como só íamos passar 24 horas lá, achei que não teria graça se hospedar fora dela.

Fora isso, como eu já esperava que não fosse fácil se locomover pela cidade, afinal não tem metrô – tem barco, eu queria escolher um lugar de fácil acesso para a chegada na cidade, quando estaríamos com as malas e tal. Por que depois de fazer check-in e deixar tudo no hotel, não importava muito se estava pertinho ou longe da praça principal, afinal, a ilha de Veneza em si não é TÃO GRANDE assim.

Pesquisei a respeito e resolvi procurar um hotel perto da estação Santa Lúcia, por onde provavelmente chegaríamos e iriamos embora. Assim conseguiria ir andando da estação pro hotel. Pesquisei sobre a região e vi que era arrumadinha, fofa. Então foi isso mesmo.

Eu MORRO de medo de cair num “pega turista” quando chego nas estações em viagens, por que sempre tem aquelas pessoas oferecendo transporte da estação pro hotel com preço fixo, e não tem cristo que me convença que aquele preço é realmente a melhor opção. Como estava hospedada perto, andando dava 8 minutos, nos arriscamos com as malas pelas ruas e fomos pro hotel a pé mesmo.

Nos hospedamos no Palazzo Odoni, e eu ADOREI nosso hotel. Tem só 8 quartos e 2 andares, mas a entrada é super fofa. O quarto é pequenininho, o banheiro top, e o café da manhã muito bom!

Valeu a pena.

Um dia em Veneza – Nossa Viagem

Primeira parte

Bom, como foi nosso dia? Chegamos na cidade no início da tarde e fomos direto fazer o check-in. O pessoal do hotel nos deu o mapa da cidade e até desenharam uma “rota” de como poderíamos fazer para ir para os principais pontos turísticos.

Nos trocamos e saímos para explorar. Comemos pizza em um restaurante antigo de lá, o Antico Forno. Restaurante clássico e pequeno, daqueles para comer em pé mesmo no balcão. A pizza era ótima, e gastamos 13,50 comprando 2 pedaços de pizza e duas cervejas. Sucesso na economia.

Demos a volta na cidade e visitamos todos os pontos turísticos a pé mesmo. É tudo muito maravilhoso e dá vontade de ficar andando por Veneza por horas. Mesmo depois de cansar.

Veneza não é um superestimada. É linda e incrível mesmo! Ficamos apaixonados e voltaríamos sempre, se pudéssemos.

Na volta, como estávamos querendo economizar na comida para fazer o passeio de gôndola sem estourar o orçamento, fomos no Bacareto da Lele. Uma “osteria” frequentada principalmente por estudantes e que com sorte era do ladinho do nosso hotel.

Lá, a taça de vinho (pequenininha) era 70 centavos de euro. SIM SETENTA CENTAVOS. E também vendiam uns paninos por 1,00 euro. Do lado tem outro bacareto que vende cerveja, mas saia por 4 euros. João amou porque era uma IPA muito boa.

Não tem mesa nenhum deles, então o negócio é comprar e sentar na rua na praça, ou ficar de pé apoiado nas mesinhas. O vendedor SUPER simpático, me servia 2 taças e uma para ele. Me entregava as minhas, brindava comigo e bebia a dele. A simpatia em pessoa.

Amamos a experiência e foi MUITO BARATO. Provei todos os tintos que eles tinham lá (que eram todos entre 70 e 80 centavos), comi 2 paninis e gastei 6 euros. MUHAHAHA.

Depois dessa fomos no mercado, compramos uns snacks e um vinho, e fomos terminar a noite no hotel!

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Segunda parte

No dia seguinte tomamos um café bem reforçado e saímos para achar nossa gôndola. Fizemos o passeio só nós dois mesmo, e foi uma delícia.

Tirei fotos INCRÍVEIS, valeu a pena. O gondoleiro contou várias curiosidades para gente da cidade e passou pelos canais pequenos e claro, o grand canal. Mostrou o hotel que foi filmado o filme O Turista, e também nos mostrou o único hotel 7 estrela do mundo. Onde o George Cloney casou (acho). Mas adorei passar pelos canais pequenos que só a gôndola passa, e por debaixo das pontezinhas.

É um passeio bem gostoso e mesmo a gente, que não é do mimimi, achou super romântico e ficou namorandinho. Não tem como né gente? <3

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Um dia em Veneza

Depois do passeio tomamos mais um gelato e fomos pro hotel para fazer o check-out. Era hora de pegar o trem para continuar a lua de mel em Cinque Terre. PRAIA!

Vamos com a gente?

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*