Nossa viagem para Porto de Galinhas

Dicas para viajar para Porto de Galinhas

Como contei para vocês na semana passada aqui, passamos um tempo das nossas férias em Recife e Porto de Galinhas!
No outro post, contei os detalhes de Recife para vocês! Agora vim contar um pouquinho de como foi visitar o paraíso que é Porto de Galinhas.

Porto de Galinhas é uma cidade que fica ao sul de Recife, mais ou menos 1h de carro de lá.

Principais praias e passeios – Ao Sul

Como tínhamos pouco tempo por lá e queríamos conhecer o máximo possível, fizemos o passeio de buggy que leva para todas as praias da região. A gente para em todas as praias, e fica nelas por volta de 40 minutos mais ou menos. Algumas menos, algumas mais.

O passeio geralmente custa entre R$ 120,00 e R$ 200,00. Não por pessoa, o buggy inteiro, que na maioria das vezes vai só um casal mesmo, mas comporta até 4 pessoas.

Na verdade, pelo que entendemos o preço é R$ 200,00, mas sempre dá para negociar. No nosso caso, fechamos em R$ 160,00 e sem peso na consciência. Valeu muito a pena.

Adoramos o motorista, ele foi parando em vários lugares para explicar a história ou alguma informação sobre o local, como um guia turístico mesmo. Sem contar que ele sempre parava nos lugares mais bonitos para tirar foto da gente, sem nem a gente pedir.
Ele dizia que tem 2 profissões, motorista de buggy e fotógrafo. rs

Adoramos a reserva dos cavalos marinhos. A água é tão clarinha! E o jangadeiro busca um cavalo marinho para gente ver como é!

Nessa reserva, primeiro ele para em uma área onde podemos nadar, e ficamos uns 30 minutos por lá. Depois vamos pro local onde ficam os cavalos marinhos mesmo, e lá a gente não pode descer da jangada. Só o jangadeiro tem a permissão de mergulhar lá para pegar um cavalo marinho. Não podemos tocar neles também (é muito bem preservado e tem fiscais sempre passando pelo local de barco), mas ele coloca em um pote de vidro rapidinho para gente poder ver como é.

Achei bem organizado e bem preservada a reserva. E os fiscais também garantem que ninguém mergulhe onde não pode.

Ao Norte

Outra praia que achamos INCRÍVEL (acho que nossa favorita de Porto) é a do Muro Alto!
A praia tem água cristalina, e não tem onda. Tem aluguel de caiaque e stand up paddle.

É muito boa para levar as crianças, por que como não tem onda, elas brincam na beira da praia com a água na cintura e não tem perigo de serem arrastados pelo mar.

É uma praia grande, neste dia ficamos na área onde tem as barraquinhas mesmo, mas o motorista do nosso buggy disse que muita gente vai mais longe na praia, onde fica deserto! Só que para ir lá tem que levar tudo né, comida e bebida, por que não tem nenhuma barraquinha por perto. Só da para ir até lá de buggy mesmo, ou fazer uma boa caminhada para curtir um pouquinho da praia sem ninguém.

Também passamos pela Praia de Maracaípe, Praia da Camboa e Pontal do Cupe, que também são incríveis, mas nessas não ficamos muito tempo dessa vez.
Falta de tempo. Mas queremos muito voltar!

E terminamos o passeio na Praia de Porto de Galinhas mesmo, que é a mais perto do centro.
Ela é incrível e tem umas piscinas naturais que podem ser visitadas de jangada, ou a pé quando a maré está baixa.

Dicas para viajar para Porto de Galinhas

Dicas para viajar para Porto de Galinhas

Dicas para viajar para Porto de Galinhas

Dicas para viajar para Porto de Galinhas

O que comemos por lá? (Pontos de atenção)

Almoçamos por lá em uma barraquinha, e curtimos o restinho da tarde.

O único ponto negativo de Porto de Galinhas é que percebemos que as coisas lá são BEM mais caras do que em Recife, e precisa ficar esperto, infelizmente tem muita gente querendo enganar turista.

Na barraquinha que almoçamos, cobravam o aluguel das mesas e das cadeiras, mas eles não avisavam isso na hora que sentávamos.

As porções também eram bem mais caras que em Recife, e aqui não se vendia o peixe inteiro que nem lá, eram iscas de peixe mesmo. Meio sem graça (estou mal acostumada rs). A porção de isca de peixe, com batata-frita e macaxeira saiu por R$ 100,00.

A cerveja no cardápio estava R$ 7,00 o latão, mas ele cobrou R$ 8,00 na conta. E a conta tem 10%, o que é justo, mas é bom saber para não perceber de surpresa só quando a conta chegar.

Também percebi que eles não aceitam cartão na maioria das vezes.

Então acho que antes de escolher uma barraquinha, é bom perguntar antes se eles cobram o uso das cadeiras, o preço da cerveja, e se aceita cartão.

Mas dito isso, e sabendo como lidar com a situação, fica tudo perfeito.
É só procurar por uma barraquinha mais bacana, ou levar seu próprio cooler e petiscos, certo? Quem nunca fez farofada na praia??? Hahaha

Dicas para viajar para Porto de Galinhas

Queremos MUITO voltar para lá. Passar um dia inteiro em cada praia. Realmente é um paraíso!

Espero que tenham gostado das dicas e das fotos! 🙂

Beijos e até mais.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*